Relato de viagem que a professora Meire Berti Gomiero fez em 1974 à Barra do Saí, no litoral norte de São Paulo.

Pela introdução ao texto fica-se sabendo do trajeto de vida desta pesquisadora de cultura popular que, nascida em São Paulo, se radicalizou em Santos, onde desempenha funções de regente e pesquisadora de folclore.

O livro retém dados preciosos sobre o caiçara na época da pesquisa: hábitos, religiosidade, mitologia, festas.

A autora fala sobretudo de laços humanos, valorizando o viver do caiçara e estudando as raízes de sua sabedoria.

É um livro de memória folclórica, de etnologia, com numerosas fotos ilustrando usanças do caiçara e utensílios de sua vida prática.

Sobressai o amor da autora pelos habitantes da região, sua cultura, o que ele pode ensinar ao homem urbano dominado pela tv, pela informática e pelo que ele julga ser “civilização”.

Serve como excelente subsídio aos que, com intuito de explicar e valorizar o folclore da população por ela estudada, põem no centro de seu interesse – por um estudo comparativo - o que foi e como vivia o caiçara no final da década de 1960, melhor, o que ele legou para os dias de hoje.

 

projeto gráfico de Emanuel S. Della Nina

29X21 cm | 104 páginas

português | fotos coloridas e p&b | capa dura

R$ 45,00

Esta gente da beira-mar

R$ 45,00 Preço normal
R$ 22,50Preço promocional

    Métodos de pagamento

    INSTAGRAM.png

    © 2019 by DBA editora